Neuromarketing: Explicando Direto Ao Ponto - por Nilo Silva

Neuromarketing: Explicando Direto Ao Ponto

Marketing Pessoal: o que é e como melhorar o seu
19/06/2017
O Profissional Completo Busca Conhecimento
17/07/2017
Exibir tudo

Neuromarketing: Explicando Direto Ao Ponto

Você faz ideia do que seja o Neuromarketing?

Ainda que você não entenda profundamente o que significa e toda a sua abrangência, certamente já ouviu falar de marketing. E por mais restrito que seja seu conhecimento sobre o assunto, deve imaginar que se trata de todas as estratégias utilizadas para otimizar e aumentar as vendas de um produto ou serviço.

Eis que surge uma palavra que vem aparecendo cada vez mais. E pode ser definida como uma disciplina que trata de entender como o cérebro humano se comporta com relação a seus desejos, impulsos e tomadas de decisões. Seu nome é neuromarketing, fazendo referência a neurociência e todo o seu universo relacionado a mente, objetivando cada vez mais satisfazer os desejos do cliente.

Como funciona o Neuromarketing?

neuromarketing e a neurociênciaCriado pelo cientista Ale Smidts, tem como objetivo compreender qual a influência neurológica que determinadas ações de marketing têm no comportamento do consumidor. Esse novo modelo de abordagem cresceu na medida em que foi descoberta a influência do sistema nervoso sobre o consumo. Ou seja, estimulando o inconsciente dos clientes com o intuito de aumentar as vendas. E ainda, descobrindo as reações que acontecem no cérebro quando uma pessoa é exposta a produtos, serviços, marcas ou anúncios. Trata-se do popular “entrar na mente” do consumidor.

Uma parte do cérebro é responsável pela maioria das decisões e diversas características precisam ser levadas em conta. Assim, fazendo a comunicação de forma correta e não apenas falando sobre a empresa e seus benefícios. Esse novo método estreita os laços com o cliente e o faz sentir-se mais importante e parte da empresa, estimulando a parte do cérebro que por natureza é mais egoísta.

O marketing tradicional cada vez mais se une com a neurociência para desvendar os segredos da mente humana e traçar estratégias no sentido de agradar os clientes. Portanto, despertando seus desejos e estimulado emoções que os façam adquirir produtos e serviços. Em consequência, aumentando os lucros das empresas e diminuindo a enxurrada anúncios. Estes últimos, que até então eram basicamente o meio de comunicação mais usado para se relacionar com os clientes.

Com o crescimento da internet e especialmente das redes sociais, as relações estão mais diretas. Quem souber explorar corretamente todas as ferramentas e formas de abordagem pertinentes ao seu negócio com certeza terão sucesso. Em outras palavras, não pensando somente em convencer quem está do outro lado e sim compreendendo o funcionamento do seu cérebro. E, também, de todos os mecanismos que fazem as pessoas tomarem uma decisão direcionada aos interesses da empresa.

Conclusão

O marketing tradicional não se restringe apenas a empresas e pode ser usado no âmbito pessoal. Assim como o neuromarketing, que segue a mesma regra. Aqueles que aumentarem seu conhecimento em neurociência terão diversos benefícios em suas marcas pessoais.

O que você achou deste artigo? Leia mais sobre assuntos relacionados em meu blog.

 

Nilo Silva
Nilo Silva
Nilo Silva - CREF 138079-G/SP, empreendedor e fitness coach, é proprietário da UltraShop Suplementos, graduado em educação física e especialista em comportamento e desenvolvimento humano. Palestrante, escritor e vlogger, Nilo é apaixonado por saúde e acredita no poder que ela tem junto ao controle da mente na evolução de cada pessoa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *