Ninguém é normal: todos têm seus próprios demônios | Nilo Silva
Foque em seus pontos fortes
11/09/2019
somos todos iguais
Permita-se! Somos todos iguais.
14/10/2019
Exibir tudo

Ninguém é normal: todos têm seus próprios demônios

Todos os dias, somos bombardeados de informações. Por semana, é sempre uma nova história que está em foco. Há sempre um nova pessoa com seus 15 minutos de fama. E é comum acharmos que essa pessoa é “especial”. Ou que tem algo a mais do que nós. Mas, acredite: de perto, ninguém é normal.

Participando de um evento sobre marketing digital, encontrei com uma blogueira muito famosa. Dessas que tem milhões de seguidores e faturam bem alto com anúncios e divulgação de diversos produtos. 

Em minha posição como proprietário da Ultrashop, conversamos sobre dieta e “assuntos fitness”. Até que, de repente, ela afirmou se sentir feia, achando que tem que melhorar aqui e ali. 

Fiquei boquiaberto.

Pensei: “ela só pode estar louca”.

Claro: todas as pessoas têm sua beleza e particularidades individuais, a expressão “de perto, ninguém é normal” já virou até música. 

Mas, ela possui o que podemos chamar de “beleza segundo os padrões sociais”. O que justifica uma pequena parcela do seu sucesso. Isto é: capas de revistas e toda a exposição que consegue converter em cifras para o seu bolso.

Embora o exemplo possa parecer simples, demonstra que todos temos nossos pontos mais sensíveis. Ou, se preferir pode chamar de pontos fracos, que eu prefiro chamar de pontos de melhoria. Ninguém é normal.

 

O conceito de normalidade

O conceito de normalidade é relativo. O que pode ser normal para alguns pode ser inaceitável para outros. Isso varia de acordo com crenças, culturas e visões particulares. Já para a psicologia, ser normal significa estar dentro de uma média.

Não querendo filosofar ou adentrar no mundo da psicologia. Mas, devemos ter consciência de que todos têm pequenos incômodos. Eles podem ser frequentes ou eventuais, com intensidades variadas e que só pesam para quem os carrega.

Não podemos deixar que as aparências de outros nos pressionem a ser melhor. Ou, a ser atraído por uma vida aparentemente perfeita. Ninguém é normal.

Seja através de beleza, dinheiro ou seguidores, sempre vai existir uma pequena pedra no sapato. Uma pedra que, mesmo sendo retirada, num outro momento terá dado lugar a outra pedra. Podendo, essa, ser ainda maior ou menor que a anterior.

 

Ninguém é normal: todos temos obstáculos

Busque realizar seus desejos e ser feliz como acredita que merece. E quando um pequeno incômodo bater e te desanimar lembre-se: obstáculos sempre existirão, aqueles em quem você se espelha também têm seus demônios.

O equilíbrio está em alcançar os seus objetivos

Com cuidado ao olhar para os lados e não achar que a grama do vizinho é mais verde. Ignorando, assim, as fragilidades que ele tem ou os percalços que percorreu no caminho até conquistá-la.

Ser normal não significa ter uma vida isenta de dores e momentos chatos, tristes ou estressantes. Ser normal é estar dentro da média e saber que todo ser humano tem algo que carrega por vezes sozinho. Isto é, levando consigo o que pode parecer bobo para mim, inaceitável para você e muito pesado para os demais.

Seja feliz. Sinta a motivação necessária para chegar onde quiser. E quando algo incomodar e te fazer sentir menor do que realmente é, lembre-se: “de perto, ninguém é normal”. 

Nilo Silva
Nilo Silva
Nilo Silva - CREF 138079-G/SP, empreendedor e fitness coach, é proprietário da UltraShop Suplementos, graduado em educação física e especialista em comportamento e desenvolvimento humano. Palestrante, escritor e vlogger, Nilo é apaixonado por saúde e acredita no poder que ela tem junto ao controle da mente na evolução de cada pessoa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *