CAUSAS EMOCIONAIS DA OBESIDADE

motivacao
USANDO A MOTIVAÇÃO CORRETAMENTE
10/11/2016
dietas
VEM CHEGANDO O VERÃO… E COM ELE, AS DIETAS!
28/11/2016
Exibir tudo

CAUSAS EMOCIONAIS DA OBESIDADE

obesidade

Ninguém está acima do peso por acaso. Sempre tem um motivo que justifique o excesso que pode comprometer a saúde e a autoestima, interferindo na vida cotidiana de diversas maneiras. As causas são diversas e dentre elas podemos incluir os fatores emocionais como o de maior impacto no aumento de peso e obesidade. Somos seres emocionais e pode-se dizer que as emoções guiam as nossas vidas, fazendo com que tomemos ou não uma determinada atitude, como por exemplo, adotar hábitos não saudáveis que podem comprometer a saúde e o aumento de peso.

Uma situação aparentemente simples para uma pessoa pode ser o fim do mundo para outra e de acordo com a maneira como ela encara aquele evento pode buscar uma fuga para o incômodo emocional daquele momento, encontrando na comida a solução temporária. Essas alterações emocionais basicamente podem se manifestar na forma de nervosismo, depressão ou ansiedade e certamente você já se pegou comendo alguma coisa gostosa (e calórica) para se “livrar” daquela emoção ruim a que se expos por algum motivo.

Dentre as três manifestações emocionais que interferem no aumento de peso, a ansiedade é sem dúvida a que mais resulta em obesidade. Sensações como falta de ar, dor no peito, insônia ou angústia são os sintomas clássicos da ansiedade e fazem parte do dia-a-dia de muita gente, desencadeadas por algum acontecimento externo, como problemas no trabalho, nos relacionamentos ou qualquer outra situação que não seja muito bem resolvida internamente. Faz sentido para você? Se identificou com esse panorama?

Seria chover no molhado dizer que uma pessoa precisa ingerir menos calorias para emagrecer, pois é bastante óbvia essa afirmação. Preciso dizer que um prato de lasanha é mais calórico que um prato de salada? É do seu conhecimento que uma caixa de bombom é muito mais calórico do que um único bombom?
Atendo diversas pessoas que afirmam saber dessa relação de calorias e perda de peso, mas ao aprofundar sobre o assunto o relato é de que até tentam fazer essa redução de forma consciente, mas que não resistem e precisam comer mais, se alimentando fora de hora e ingerindo alimentos altamente calóricos.
Nesses casos o aumento de peso não é causado somente ou diretamente pela alta ingestão calórica, e sim pela ansiedade, sendo ela a responsável pelo excesso ingerido e devendo ser o foco principal, não adiantando apenas elaborar uma dieta, pois dificilmente será seguida.

É daí que surge a chamada Compulsão Alimentar, impulsionando a pessoa a comer mais, ainda que não perceba. É por isso que muitos gordinhos afirmam que não comem tanto, pois não têm a percepção desse comportamento, o que quebra o mito popular de que as pessoas que estão acima do peso são mentirosas ao afirmarem que não comem muito.

Realmente em muitos casos as pessoas acima do peso não comem mais do que precisam, mas pela ansiedade acabam engordando por uma questão hormonal, que falarei em outro artigo.

Se você se considera uma pessoa ansiosa a ponto de não conseguir ter autocontrole diante da comida procure ajuda profissional. As emoções influenciam sua vida e o mesmo acontece quando o assunto é o ganho de peso. Controle suas emoções e sua saúde responderá a altura.

Nilo Silva
Nilo Silva
Nilo Silva - CREF 138079-G/SP, empreendedor e fitness coach, é proprietário da UltraShop Suplementos, graduado em educação física e especialista em comportamento e desenvolvimento humano. Palestrante, escritor e vlogger, Nilo é apaixonado por saúde e acredita no poder que ela tem junto ao controle da mente na evolução de cada pessoa.

1 Comentário

  1. […] precisa abrir mão daquela cervejinha  e do churrasco com os amigos no fim de semana. Tudo é uma questão de equilíbrio. Procure um nutricionista e um educador físico, tenha paciência e mantenha o foco naquilo que […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *